Resposta rápida: Qual o prazo para acionar o seguro em caso de colisão?

Como funciona o seguro de batida?

Cobre o conserto de batidas que não resultem em Perda Total e que custem acima do valor de franquia, que você mesmo define na hora de contratar o seu Seguro Auto. Isso quer dizer que, se rolar um acidente com seu carro e você precisar consertar, você só paga o valor da franquia e todo o restante fica por nossa conta.

Qual o procedimento para acionar o seguro em caso de colisão?

Como acionar a seguradora após colisão?

  1. Sinalize o local. Após uma colisão, é fundamental sinalizar o local. …
  2. Registre o BO. O passo seguinte consiste em fazer o registro da ocorrência. …
  3. Contate a seguradora. Logo depois, é necessário contatar a seguradora. …
  4. Leve o carro à oficina. …
  5. Pague a franquia.

Quanto tempo tenho para reclamar um sinistro?

Para reclamar sua pretensão junto à seguradora, o segurado tem o prazo de 01 ano contado a partir da ciência do sinistro ou, no caso de responsabilidade civil, a partir da data em que foi citado para responder à ação ou da data que pagou os prejuízos ao terceiro.

É INTERESSANTE:  O que é seguro renda Protegida?

Quando não vale a pena acionar o seguro?

Quando o veículo sofre um pequeno dano, como um farol quebrado, por exemplo, acaba não compensando acionar o seguro. Isso porque o valor da franquia pode ser maior que o do conserto independente do farol. Nesse caso, o segurado acaba pagando um valor maior se acionar o seguro.

O que o seguro não cobre?

Os sinistros que o seguro pode não cobrir. A cobertura compreensiva (ou total) é para colisão, incêndio e roubo, além de danos materiais, físicos e morais causados a terceiros. Quanto mais coberturas no pacote, mais caro o seguro, por isso é possível contratar apenas coberturas contra incêndio e roubo.

O que fazer quando bate o carro e tem seguro?

A primeira coisa a fazer é acionar o socorro médico. Você pode ligar para o SAMU (fone 192) ou para o Corpo de Bombeiros (fone 193). Chame também a polícia (190) para registrar a ocorrência. Não tente retirar as vítimas do carro: deixe esse trabalho para os socorristas.

O que é preciso para acionar o seguro?

Sempre que haja uma batida, mesmo que seja de menores proporções, todas as pessoas envolvidas no acidente devem fazer um boletim de ocorrência. Esse é o primeiro passo para conseguir acionar o seguro. No documento estará toda história e como foi o desenrolar dela na visão de todas as pessoas.

Quais documentos precisa para acionar o seguro?

Veja a lista a seguir das cópias necessárias:

  • RG e CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Carteira de habilitação;
  • Boletim de ocorrência;
  • Prontuário médico, caso tenha ocorrido atendimento médico;
  • Documento do carro do segurado;

Como acionar sinistro seguro?

Dúvidas frequentes sobre acionar a seguradora

  1. Faça um Boletim de Ocorrência do sinistro;
  2. Contate a seguradora por um canal de atendimento (telefone, aplicativo, chat etc.);
  3. Encaminhe o carro para uma oficina e envie a documentação conforme orientação da seguradora;
É INTERESSANTE:  Como solicitar o seguro Dpvat pela internet?

O que acontece se a seguradora não pagar o sinistro em 30 dias?

A seguradora que deixar de cumprir o prazo está sujeita ao pagamento de atualização monetária sobre o valor da indenização, além de juros de mora de 1% ao mês, contados da data do sinistro. A multa nesse caso será o dobro do total da indenização.

Qual o prazo limite prescrição para se requer a indenização de um seguro?

1. O prazo prescricional para que o segurado busque indenização frente à seguradora é de 1 (um) ano, contado da comunicação da negativa do pagamento da indenização, nos termos do art. 206 , § 1º , do Código Civil .

Tem como tirar o sinistro de um veículo?

Para fazer o desbloqueio do sinistro de carro é preciso fazer o pedido no Detran de registro do veículo. Para isso, é necessário preencher o requerimento que fica disponível no portal do Detran.

Quando não preciso pagar a franquia do seguro?

As apólices podem variar, mas, entre os casos mais comuns nos quais não é preciso pagar a franquia, estão: Acidente com perda total. Em caso de danos morais e materiais a terceiros, sendo o segurado o culpado pelo acidente. Se tiver o veículo roubado ou furtado e ele não for encontrado.

Quantas vezes o seguro pode ser acionado?

1. Quantas vezes posso acionar o seguro? No caso de colisão pode acionar quantas vezes for necessário, no carro do segurado. No caso de terceiro precisa observar o que você contratou na apólice, exemplo: Contratou 100 mil pra terceiro e já teve uma colisão e gastou 50 mil com terceiro, só tem direito a mais 50 mil.

Seguros Mais