Quanto custa o seguro contra terceiros?

Qual o valor do seguro contra terceiros?

Olá, o valor do seguro de acidente de terceiros, que pode cobrir danos físicos e materiais, está em média, em R$ 500. No Bradesco, se você contratar, terá um valor fixo de R$ 500. Na Sulamérica, o valor do seguro ficará em torno de R$ 477.

Como funciona o seguro contra terceiros?

O seguro de carro para terceiros indeniza, dentro do valor estipulado na apólice, os danos que você causou em outro carro ou até em outras pessoas, como pedestres. Com esse seguro é possível acionar a seguradora para custear o conserto desse carro ou da indenização, poupando que você tenha gastos inesperados.

O que é seguro contra terceiros?

O que é o seguro contra terceiros? O Seguro de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos é a cobertura que reembolsa a indenização que o segurado é obrigado a pagar a terceiros em conseqüência de danos corporais e ou materiais causados por um acidente de trânsito.

Quando acionar o seguro contra terceiros?

O seguro contra terceiros é também conhecido por Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V). Ele garante ao segurado proteção em caso de acidente que causa danos a terceiros. Basicamente, se você bater e danificar o veículo de outra pessoa, basta acionar o seguro.

É INTERESSANTE:  Como saber se tenho seguro de vida pelo CPF?

O que precisa para acionar o seguro para terceiros?

Normalmente, para que o terceiro possa receber a indenização, o segurado precisa abrir um sinistro na seguradora. Para dar início a esse processo, ele deve apresentar seus documentos pessoais e do veículo, assim como o orçamento dos consertos da oficina.

Tem que pagar franquia para terceiros?

Isso mesmo, não existe franquia de seguro para terceiros. Mas, supondo que a colisão tenha causado danos no seu carro e no do terceiro. … Portanto, a franquia do seguro para terceiros é isenta, mas somente ela. Se você tiver que promover reparos no seu veículo também pagará a franquia para que o seguro cuide disso.

Como cobrar a franquia do seguro de outra pessoa?

Entenda como fazer nestes casos. Quando posso cobrar a franquia do seguro de outra pessoa? Você tem o direito e deve cobrar o valor pago à franquia sempre que não for o causador do acidente. O responsável pelo dano é quem deve arcar com a despesa da franquia e a seguradora irá quitar a diferença.

O que é cobertura para terceiros localiza?

Proteção a terceiros

Este seguro cobre danos causados a terceiros em acidentes de trânsito, atropelamentos ou colisões com bens imóveis. A cobertura serve tanto para prejuízos materiais quanto para indenizações por danos pessoais.

Quem escolhe a oficina em caso de colisão?

A oficina quem escolhe é o cliente. Não caia em armadilhas. Independentemente de você ser segurado ou terceiro, é seu direito escolher sua oficina de confiança. (Artigo 6º, II, Lei 8.078/90).

Quanto tempo a seguradora tem para consertar o veículo de terceiro?

O prazo para consertar o veículo de terceiros após a batida de carro é o mesmo que o do segurado, e não deve ultrapassar 30 dias. Mesmo se não houver peças para reposição, a seguradora deve buscar outros fornecedores para tentar cumprir com esse prazo.

É INTERESSANTE:  Qual o valor do seguro de vida por morte?

Quem deve pagar a franquia do seguro?

Se tiver que acionar o seguro por uma perda parcial do carro deverá pagar a franquia, não importando de quem é a culpa. Desta forma, você pode entrar em um acordo com o culpado pelo acidente e combinar que ele faça o pagamento da franquia.

Como funciona o processo de sinistro?

Sinistro é uma ocorrência de todo evento que tem cobertura no seguro contratado e esteja especificado na apólice. Basicamente, sinistro é quando você bate o seu carro de forma involuntária e havia sido contratado a cobertura para colisões, por exemplo.

Quando o seguro não cobre?

Sinistro provocado intencionalmente, com má intenção; Fraude ou tentativa de fraude por parte do segurado, com a intenção de obter benefícios ilícitos do seguro; Agravamento intencional do risco por iniciativa do segurado ou do condutor do veículo (como dirigir intencionalmente por uma área alagada);

Quantas vezes o seguro pode ser acionado?

No caso de acionamento da cobertura de perda parcial, como consertos, o seguro poderá ser acionado quantas vezes for necessário, não existe um limite de uso. Ou seja, toda às vezes que acontecer uma colisão que cause a perda parcial, ou qualquer outro problema que promova a necessidade de conserto.

O que fazer se a seguradora não quer pagar?

O que fazer se a seguradora negar a indenização? Se a seguradora não pagar a indenização do seguro auto e não houver acordo entre as partes, será necessário entrar com uma ação judicial para garantir os seus direitos. Esse processo pode ser longo e demorado, e você precisará de um advogado.

Seguros Mais