Como fazer um seguro fiança?

O que é necessário para fazer um seguro fiança?

Contudo, há requisitos para que o fiador seja aceito: a pessoa física ou jurídica precisa ter renda líquida superior a três vezes o valor do aluguel mais encargos acordados (condomínio e impostos, por exemplo) e ainda possuir patrimônio próprio (um imóvel quitado, por exemplo).

Quanto custa seguro-fiança aluguel?

O seguro-fiança custa o equivalente a um aluguel e meio a cada ano. Em um contrato de R$ 1.500 mensais, por exemplo, somado o valor do seguro diluído em 12 meses, o inquilino paga R$ 1.687,50.

Tem que ter o nome limpo para fazer o seguro fiança?

Não há nenhuma restrição na legislação a pessoas que tenham o nome sujo por causa de algum tipo de dívida, vai caber ao proprietário aceitar ou não.

Qual é o valor cobrado para fazer seguro fiança Porto seguro?

O valor pode variar de acordo com as coberturas escolhidas, porém é possível ter uma estimativa a partir do valor do aluguel. Geralmente o valor do Seguro Fiança gira em torno de 1 aluguel a 1 aluguel e meio. Logo em um aluguel de R$ 1.000,00 por exemplo, o seguro deve ficar entre R$ 1.000,00 a R$ 1.500,00 por ano.

É INTERESSANTE:  Como funciona o seguro CDC Protegido vida emprego?

Quem pode contratar seguro fiança?

Quem pode contratar a fiança locatícia

O seguro pode ser contratado por qualquer pessoa, física ou jurídica, interessada em alugar um imóvel. Para isso, é preciso enviar uma documentação que comprove a renda para ser analisado pela seguradora.

Quem faz o seguro fiança?

De modo geral, o seguro fiança é contratado pelo locatário, pois ele substitui outras garantias como o depósito-caução e o fiador. Há alguns casos em que o proprietário prefere pagar e descontar do locatário de forma parcelada, somando seu valor ao do aluguel.

Como funciona seguro fiança para locação?

Seguro fiança locatícia na prática

Com a contratação deste serviço, o interessado em alugar o imóvel oferece ao proprietário a garantia de uma seguradora reconhecida caso seja necessário cobrir inadimplência ou pendências referentes ao combinado em contrato entre locador, locatário e imobiliária.

É possível fazer seguro com restrição no nome?

A Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão do governo responsável pela fiscalização do mercado de seguros no país, informou que as empresas não podem recusar o seguro quando o cliente tem alguma restrição ao crédito. Segundo a Susep, as seguradoras podem ser multadas se for comprovada a prática.

Quem tem o nome sujo pode fazer seguro de vida?

A seguradora pode se recusar a fazer o meu seguro por conta do nome sujo? A seguradora não pode se recusar a fazer o seu seguro somente por conta da restrição no seu nome. As informações são da Superintendência de Seguros Privados (Susep), que regula a atuação das seguradoras.

Quem tem restrição no nome pode ser fiador?

Não, o fiador deve ter nome limpo, imóvel em seu nome quitado e comprovar renda de 3 vezes o valor da locação, salvo apenas se o proprietário do imóvel autorizar que o fiador tenha restrição e assinar um documento de ciência.

É INTERESSANTE:  Quais são as coberturas de um seguro de automóvel?

Quanto custa o serviço de um fiador?

O custo do serviço de fiador profissional envolve a concessão de documentos (que em média custa R$50 reais) e o valor pelo serviço (que irá variar de acordo com o tipo de contrato, risco, operação financeira e/ou do bem em questão).

Seguros Mais