Qual a lei que regula a profissão de corretor de seguros?

Qual lei regulou a profissão de corretor de seguro no Brasil?

LEI No 4.594, DE 29 DE DEZEMBRO DE 1964.

Regula a profissão de corretor de seguros. Art .

Qual a profissão do corretor de seguros?

O corretor de seguros é o profissional intermediário entre uma seguradora e seu cliente, seja ele pessoa física ou jurídica. Caso o cliente precise acionar o seguro, o corretor de seguros é chamado para mediar o contato e facilitar as ações necessárias e o cumprimento das cláusulas previstas no contrato de aquisição.

O que um corretor de seguros pode vender?

O mercado de seguros tem infindáveis produtos que o corretor pode oferecer ao seu cliente, seja pessoa física ou jurídica. Na hora de escolher qual produto oferecer, com foco no aumento da lucratividade da carteira, o corretor deve ficar atento à média da margem de comissão desse produto no mercado.

É INTERESSANTE:  Como não pagar anuidade cartão Porto Seguro?

É correto afirmar que corretor de seguro na condição de integrante do Sistema Nacional de seguros Privados exerce o papel de?

É correto afirmar que o corretor de seguro, na condição de integrante do Sistema Nacional de Seguros Privados, exerce o papel de: (a) Mandatário.

Quais as legislações e os atos normativos infralegais que compõe a regulamentação de seguros nacional?

A delegação para a edição dos atos normativos infralegais do setor vem do Decreto-Lei nº 73/66 (com relação às sociedades seguradoras e demais empresas supervisionadas pela Susep) e da Lei nº 9.656/98 (com relação às seguradoras que operam o Seguro Saúde e demais operadoras supervisionadas pela ANS).

Quem regulamenta as associações de proteção veicular?

AAAPV – AGÊNCIA DE AUTORREGULAMENTAÇÃO DAS ASSOCIAÇÕES DE PROTEÇÃO VEICULAR E PATRIMONIAL.

Qual o salário de um corretor de seguros?

No cargo de Corretor de Seguros se inicia ganhando R$ 1.781,00 de salário e pode vir a ganhar até R$ 3.986,00. A média salarial para Corretor de Seguros no Brasil é de R$ 2.585,00.

O que é preciso para ser um corretor de seguros?

Para ser um corretor de seguros só há um caminho: obter a certificação junto ao Funenseg, que é a Escola Nacional de Seguros, a única instituição no Brasil apta a habilitar e certificar esses profissionais. Para conseguir o certificado é necessário fazer o Exame para Habilitação de Corretores de Seguros.

Quanto tempo dura o curso de corretor de seguros?

A formação completa de corretores de seguros por meio de aulas presenciais dura cerca de nove meses e é composta por três cursos: o primeiro para quem deseja trabalhar com títulos de Capitalização; o segundo para os aprovados em Capitalização que desejam comercializar seguros de Vida e planos de Previdência Privada; e …

É INTERESSANTE:  Questão: Como fazer para acionar o seguro de vida?

O que posso vender com Susepinha?

Apenas com a SUSEPINHA, você já conseguirá comercializar os planos de saúde sem nenhum tipo de problema. Ou seja, se você ainda estiver se formando na ENS (FUNSENSEG), e seu processo de formação estiver em andamento, já será possível obter rendimentos vendendo planos de saúde como corretor de seguros.

Quantos seguros um corretor vende por mês?

A corretora vende 6 apólices/dia útil, a um prêmio médio de R$ 1.110/apólice. Em despesas de localização, a corretora paga R$ 1.200/mês de aluguel, com R$ 100/mês de IPTU.

Que saber para vender seguros?

6 dicas para vender seguros que todo corretor deve saber

  1. Identifique o público certo. …
  2. Venda conforto no lugar do seguro. …
  3. Ofereça o produto certo. …
  4. Construa um relacionamento com as pessoas. …
  5. Proporcione um atendimento impecável. …
  6. Analise suas atitudes.

Quem não pode ser corretor de seguros?

Aprovada em dezembro de 1964, a Lei 4.594/64 proíbe o corretor de seguros de aceitar ou exercer emprego em pessoa jurídica de direito público, inclusive de entidade paraestatal, ou ser sócio, administrador, procurador, despachante ou empregado de seguradoras ou outras empresas do mercado.

É obrigatório ter corretor de seguros?

Pela legislação brasileira, é obrigatória a participação do corretor na contratação de seguro. A profissão de corretor de seguros, criada pela Lei 4.594, de 29 de dezembro de 1964, exige exame de habilitação e registro na Susep – órgão que regulamenta o setor de seguros.

Qual a diferença entre Susep e Previc?

A diferença principal se relaciona com o objetivo de cada uma: Previc — supervisiona e fiscaliza as entidades fechadas de previdência complementar; Susep — supervisiona e fiscaliza as entidades abertas de previdência complementar.

É INTERESSANTE:  Como fazer a senha do cartão Porto Seguro?
Seguros Mais