Sua pergunta: Como funciona acionar franquia do seguro?

Quando temos que pagar a franquia do seguro?

A franquia deve ser paga pelo segurado quando ele acionar o seguro. Mas, e se ele não foi o causador do acidente? Se a outra pessoa tiver um seguro contra terceiros, pode acionar a seguradora dele para que pague os prejuízos. Nesse caso, o dono do carro danificado não precisa se preocupar em pôr a mão no bolso.

Como funciona o pagamento da franquia do seguro?

A franquia de seguro nada mais é que o valor com que o segurado deve arcar em determinados tipos de sinistro para que a seguradora faça os reparos necessários. Na prática, essa participação obrigatória funciona como um recurso de segurança para as companhias de seguro, resguardando-as contra o mau uso do serviço.

Quando vale a pena acionar o seguro?

Quando acionar, ou não, o seguro auto? De uma maneira geral, sempre que o sinistro possuir um reparo de valor mais alto que a franquia, ou que você for o responsável por um dano causado a terceiros, tendo esta cobertura, vale a pena acionar o seguro de carros .

Como é calculado o valor da franquia do seguro?

Dá uma olhada nesse exemplo que vai ficar bem facinho de entender: você bateu o carro e o conserto vai custar R$ 10 mil. Sua franquia é no valor de R$ 1 mil. Isso quer dizer que a seguradora vai bancar R$ 9 mil do valor total e você banca o valor da franquia: R$ 1 mil.

É INTERESSANTE:  O que é perda de qualidade de segurado do INSS?

Quem deve pagar a franquia do seguro?

A franquia é o valor, em dinheiro, que o contratante deve desembolsar caso ele se envolva em um sinistro com o carro e tenha que acionar a seguradora. “Ela é cobrada apenas no caso de conserto do veículo do próprio cliente, e se o dano for parcial.

É possível parcelar a franquia do seguro?

A resposta para essa pergunta é sim, você pode parcelar a franquia do seguro auto. Claro que as maneiras disponíveis de pagamento e número máximo de parcelas variam de acordo com cada seguradora.

Precisa pagar franquia em caso de roubo?

Basta, apenas, preencher o documento que registra a transferência de propriedade do veículo. No entanto, se seu veículo foi furtado ou roubado e, dentro do período de 5 a 7 dias foi encontrado, com avarias que necessitem de reparo, você precisará pagar a franquia para que o seguro realize tais consertos.

Quantas vezes o seguro pode ser acionado?

1. Quantas vezes posso acionar o seguro? No caso de colisão pode acionar quantas vezes for necessário, no carro do segurado. No caso de terceiro precisa observar o que você contratou na apólice, exemplo: Contratou 100 mil pra terceiro e já teve uma colisão e gastou 50 mil com terceiro, só tem direito a mais 50 mil.

Porque é importante ter um seguro?

Uma das principais razões para se contratar um seguro é a garantia de uma proteção capaz de cobrir as despesas necessárias e imediatas em um evento adverso (sinistro). Assim, no caso de uma ausência repentina ou da perda de bens em um acidente, você e sua família estarão protegidos pela apólice do seguro.

O que é indenização parcial seguro?

A indenização parcial é quando a seguradora arca com a perda total do veículo pagando o seu valor na Tabela FIPE. Já na parcial, a seguradora arca com os custos de manutenção quando o veículo sofreu danos que podem ser reparados e o segurado arca com a franquia.

É INTERESSANTE:  Sua pergunta: Como consultar o Seguro Auto Santander?

Qual a porcentagem da franquia do seguro?

Já na perda parcial, temos uma situação em que o segurado é o responsável pelo pagamento do valor da franquia do seguro. Assim, parte do valor do conserto é de sua responsabilidade. A perda parcial acontece quando um veículo sofre um dano, mas todo o reparo não ultrapassa os 75% do valor total do veículo.

O que é valor de franquia?

A franquia de seguros é a participação obrigatória do segurado em um sinistro, ou seja, é o valor que ele deve pagar em determinados tipos de sinistro para que a seguradora realize os reparos devidos.

Seguros Mais