Resposta rápida: Quais são os deveres dos representantes de seguros e das seguradoras?

Quais são as atividades de uma corretora de seguros?

São encarregadas por auxiliar as pessoas a escolherem a cobertura ideal para suas necessidades, e também são responsáveis por garantir que o contrato seja cumprido no caso de sinistros e indenizações.

Quem pode ser estipulante de seguros?

Normalmente, o estipulante é um sindicado ou empresa. Mas ele também pode ser uma pessoa física. A figura do estipulante do seguro é muito comum, principalmente, nos seguros de vida e seguros ou planos de saúde. Quando o estipulante é um sindicato, esse sindicato negocia com a seguradora todos os termos da contratação.

O que é permitido ao corretor de seguros?

2º O corretor de seguros, pessoa física ou jurídica, é o intermediário legalmente autorizado a angariar e promover contratos de seguro entre as sociedades seguradoras e as pessoas físicas ou jurídicas de direito privado, devidamente registrado, conforme as instruções estabelecidas na presente Circular.

Quem pode ser estipulante de uma apólice coletiva de seguros de pessoas?

Art. 2º O estipulante é a pessoa natural ou jurídica que contrata apólice coletiva de seguros, ficando investido de poderes de representação dos segurados perante as sociedades seguradoras, nos termos desta Resolução.

É INTERESSANTE:  Como cancelar o seguro personalizado do Banco do Brasil?

O que faz uma empresa de seguros?

Seguradora é uma empresa que assume determinados riscos no lugar do cliente, em troca do pagamento de certa quantia prévia, chamada de prêmio. Caso a situação temida se concretize, pode ocorrer de o segurado ter que pagar uma franquia à seguradora para obter a indenização contratada.

Qual o trabalho de uma seguradora?

Ela é quem garante a indenização ou atendimento do segurado pessoa física ou pessoa jurídica, caso haja cobertura pela apólice. A corretora de seguros é uma empresa também legalmente habilitada e autorizada a operar pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP).

Qual a diferença entre estipulante e representante de seguros?

O corretor é a figura que faz a intermediação entre segurado e seguradora, recebendo uma comissão pelo serviço prestado. Já o estipulante de seguro coletivo é a pessoa física ou jurídica que contrata apólice coletiva de seguros, representando os segurados perante as seguradoras.

Quem é o Subestipulante do seguro?

Estipulante/Subestipulante – é a pessoa física ou jurídica que propõe a contratação de plano coletivo, ficando investido dos poderes de representação dos Segurados perante a Seguradora, nos termos da legislação e regulamentação em vigor, sendo identificado como estipulante-instituidor quando participar, total ou …

O que é estipulante e Subestipulante do seguro?

Estipulante e subestipulante que não têm a obrigação de pagar indenização securitária em caso de ocorrência do sinistro, sendo parte ilegítima. Ação movida contra a seguradora incorreta, que igualmente não tem a obrigação de indenizar.

Qual a responsabilidade do corretor de seguros?

O artigo 126 do Decreto-lei 73/66 dispõe que o corretor de seguros é civilmente responsável perante o segurado e a seguradora pelos prejuízos que causar por omissão, imperícia e negligência no exercício da profissão.

Qual é o salário de um corretor de seguros?

No cargo de Corretor de Seguros se inicia ganhando R$ 1.781,00 de salário e pode vir a ganhar até R$ 3.986,00. A média salarial para Corretor de Seguros no Brasil é de R$ 2.585,00.

É INTERESSANTE:  O que faz a área comercial de uma corretora de seguros?

Qual o valor da comissão do corretor de seguros?

Qual é a comissão de um corretor de seguros? No Brasil, o valor médio de corretagem é de 20% dos custos do seguro, percentual que está entre os mais elevados do mundo, segundo o regulador. No ramo de garantia estendida, a taxa chega a 59%.

Quem são os herdeiros legais no seguro de vida?

marido/esposa, companheiro/companheira; descendentes (filhos, netos, bisnetos); ascendentes (pais, avós, bisavós).

Quem tem direito ao seguro de vida em caso de morte?

É comum as pessoas terem dúvida sobre quem tem direito ao seguro de vida em caso de morte do segurado. A indenização é paga aos beneficiários informados pelo contratante, não importa se eles são parentes, herdeiros ou não. O beneficiário pode ser um amigo, vizinho, parente, cônjuge e também um herdeiro.

Quando o beneficiário do seguro de vida morre?

O beneficiário que eventualmente falecer antes do segurado não adquire direito e, portanto, não há transmissão a seus sucessores. Neste caso, a metade do capital segurado deverá ser paga ao cônjuge não separado judicialmente e o restante aos herdeiros do segurado, obedecida a ordem da vocação hereditária.

Seguros Mais