Porque fazer um seguro de acidentes pessoais?

Por que fazer um seguro?

Uma das principais razões para se contratar um seguro é a garantia de uma proteção capaz de cobrir as despesas necessárias e imediatas em um evento adverso (sinistro). Assim, no caso de uma ausência repentina ou da perda de bens em um acidente, você e sua família estarão protegidos pela apólice do seguro.

O que é apólice de seguro contra acidentes pessoais?

De forma geral, o seguro de acidentes pessoais garante uma indenização ao beneficiário no caso de acidentes que resultem em morte ou invalidez de qualquer tipo. Vale ressaltar, no entanto, que a apólice do seguro deve prever o sinistro, pois nem todos os tipos de acidentes estão sujeitos à indenização!

Quais os tipos de seguros pessoais?

Tipos de seguros

  • Seguro Acidentes Pessoais.
  • Seguro de Automóveis.
  • Seguro de Vida.
  • Seguro Residencial.
  • Seguro Viagem.
  • Seguro Patrimonial.
  • + Tipos de Seguros.

Como que funciona seguro?

O que é e como funciona?

  1. O seguro é um contrato entre uma pessoa, ou empresa, e uma seguradora, que concorda em assumir determinados riscos, durante um período definido, em troca de um valor pago em dinheiro.
  2. O valor pago à seguradora é chamado de prêmio.
  3. O documento que formaliza o contrato de seguro é a apólice.
É INTERESSANTE:  Qual Seguradora faz dpem?

Porque fazer um seguro automóvel?

Fazer o seguro de carro é ter uma proteção muito além dos problemas conhecidos e recorrentes que vemos por aí, como acidentes de carro, batidas, roubos e etc. Fazer a contratação do seguro garante tranquilidade para guiar o carro e estar amparado em diversas situações.

Qual a vantagem de ter um seguro de vida?

7 Benefícios do seguro de vida

  • Proteção financeira. …
  • Tranquilidade para o segurado. …
  • Proteção para o cônjuge. …
  • Cobertura para doenças graves. …
  • Pagamento de diárias por afastamento do trabalho. …
  • Majoração. …
  • Custo-benefício.

Qual a diferença de seguro de vida e seguro de acidentes pessoais?

A principal diferença entre os seguros de acidente pessoais e os de vida estão relacionados aos riscos de vida e suas complicações decorrentes de doenças, que não são cobertas pelos seguros de acidentes pessoais, e são cobertas pelos seguros de vida.

Qual a diferença entre apólice é seguro?

Uma apólice pode levar o nome de aberta e fechada. A diferença entre as duas é que na primeira o seguro pode ser alterado conforme a necessidade do segurado, enquanto na segunda o grupo de segurado já está determinado no contrato e não há como modificar.

Qual é a diferença entre seguro de pessoas e seguro de vida?

Basicamente, a diferença é que o seguro de vida oferece ao beneficiário indenização quando há morte natural ou acidental do segurado. Já o seguro de acidentes pessoais, garante o benefício somente em caso de acidentes.

Quais os tipos mais comuns de seguro?

As coberturas mais comuns são:

  • seguro de vida;
  • seguro funeral;
  • seguro de acidentes pessoais;
  • seguro desemprego e outros.

Quais são os ramos de seguros?

Ramos de seguros com potencial de crescimento e baixa competitividade

  • Seguro de Vida Individual. …
  • Seguro PET. …
  • Seguro Residencial. …
  • Seguro RC. …
  • Seguro de Crédito. …
  • Seguro Empresarial (Pequenas Empresas)
É INTERESSANTE:  Quanto tempo tenho pra pegar um seguro de vida?

O que é seguro de Pessoas?

Estes seguros têm por objetivo garantir o pagamento de uma indenização ao segurado ou aos seus beneficiários, observadas as condições contratuais e as garantias contratadas.

Como funciona o seguro de um veículo?

O seguro de carro, assim como acontece com outros bens, como moto, imóvel ou até mesmo viagem, funciona como uma espécie de garantia ao proprietário. Ele paga uma mensalidade (ou um valor anual) para que tenha direito a ser indenizado caso aconteça algum problema com seu veículo.

O que o seguro não cobre?

Os sinistros que o seguro pode não cobrir. A cobertura compreensiva (ou total) é para colisão, incêndio e roubo, além de danos materiais, físicos e morais causados a terceiros. Quanto mais coberturas no pacote, mais caro o seguro, por isso é possível contratar apenas coberturas contra incêndio e roubo.

Quanto paga para acionar o seguro?

A parte paga pelo segurado é a franquia do seguro. Seu valor é determinado na apólice da proteção, e pode ser fixo ou percentual. Já a perda total, ou integral, acontece quando os danos ao carro são superiores a 75% do seu valor de mercado.

Seguros Mais