Sua pergunta: É vedada a exclusão de cobertura de seguro de vida em razão da embriaguez do segurado?

O que é exclusão de seguro?

Circunstância ou acontecimento que, expressamente referidos como não estando cobertos pelo contrato de seguro, são insusceptíveis de desencadear a obrigação de indemnizar.

Quais as coberturas para seguro de vida?

Quais são as coberturas de seguro de vida existentes?

  • Morte por causas naturais ou acidentais. …
  • Invalidez permanente ou total por acidente. …
  • Invalidez permanente por acidente majorada. …
  • Auxílio-funeral. …
  • Assistência funeral. …
  • Invalidez laborativa permanente total por doença. …
  • Invalidez funcional permanente total por doença.

Pode acumular seguro de vida?

Sim. Não há limite para o valor da indenização, podendo o segurado contratar quantos seguros quiser. Cada seguradora efetivará a indenização de acordo com o valor do capital segurado constante de cada contrato.

Como trocar o beneficiário do seguro de vida?

O beneficiário do Seguro de Vida pode mudar? Sim, a mudança dos beneficiários pode ocorrer a qualquer momento. Para isso, basta que o segurado contate a seguradora e informe quem serão os novos indicados para receber a indenização em caso de falecimento.

É INTERESSANTE:  Questão: Precisa de advogado para receber seguro de vida?

O que significa risco excluído?

Portanto, este é o conceito restrito de risco excluído: são potenciais eventos danosos, elencados no contrato, mas NÃO contemplados pelo seguro, isto é, em caso de ocorrência, causando danos ao segurado (ou a sua responsabilização pelos mesmos, no Seguro de Responsabilidade Civil), não haveria indenização ao segurado.

Qual é o risco mais comum na relação de riscos excluídos?

tufões, furacões, ciclones, terremotos, maremotos, erupções vulcânicas e outras convulsões da natureza; do uso de álcool ou drogas; de epidemias; de atos ou operações de guerra, terrorismo, rebelião ou outras perturbações da ordem pública e delas decorrentes.

O que os seguros de vida não cobrem?

Suicídio. Para essa situação extrema, geralmente, as seguradora não se comprometem com o pagamento da indenização. Também não costumam cobrir os danos causados pela tentativa de suicídio do segurado, durante o um prazo de carência de dois anos, contado desde a contratação do seguro.

Quais coberturas abaixo correspondem às coberturas de um seguro de vida resgatável?

Cobertura de seguro de vida resgatável

Entre os sinistros previstos estão o falecimento, a invalidez, temporária ou permanente, e, em alguns casos, o desenvolvimento de doenças graves. Nesses últimos casos, é o próprio segurado quem recebe a indenização.

Quanto custa um seguro de vida de 100 mil reais?

Para uma cobertura de R$ 100 mil em caso de morte ou de invalidez, é possível chegar a R$ 80,00 por mês. Isso, claro, dependendo da seguradora e das coberturas contratadas. Mas existem seguros de vida (os mais simples) que custam menos de R$ 20,00 por mês. Outros podem atingir R$ 300,00.

Qual a idade máxima para fazer um seguro de vida?

Não que isso não aconteça com pessoas mais jovens, mas, a probabilidade maior está relacionada aos idosos. Esse é um dos motivos pelos quais as seguradoras estabelecem uma idade máxima para fazer seguro de vida. Dependendo da empresa, o limite pode ser de 60, 65 ou 70 anos.

É INTERESSANTE:  Qual a garantia de um produto por lei?

Pode ter dois seguros?

Possuir mais de um seguro não é ilegal. Mas o Código Civil estabelece que, no caso de um novo seguro para o mesmo bem, a pessoa deve comunicar por escrito à seguradora inicial, pois, caso haja sinistro, o valor da indenização não pode ultrapassar o valor real do bem.

Quantas Apolices de seguro de vida posso ter?

Muitas pessoas acham que o seguro de vida é único, que só é possível ter um por pessoa. No entanto, não há nenhuma lei ou qualquer outro impedimento para que um segurado possa contratar vários de uma mesma seguradora ou até de empresas diferentes.

É possível escolher mais de um beneficiário no seguro de vida?

Outro ponto a ser considerado é que é possível mudar o beneficiário quantas vezes você quiser. A única exigência é que a pessoa esteja em posse de todas as suas faculdades mentais. Além disso, é indicado que, com o tempo, a pessoa que contratou o seguro de vida reveja seus beneficiários.

Como dividir seguro de vida?

792 do Código Civil, que estabelece que o valor do seguro será dividido em 50% para o cônjuge não separado judicialmente e os outros 50% aos herdeiros legais, obedecida a ordem da vocação hereditária.

Quando o beneficiário do seguro de vida morre?

O beneficiário que eventualmente falecer antes do segurado não adquire direito e, portanto, não há transmissão a seus sucessores. Neste caso, a metade do capital segurado deverá ser paga ao cônjuge não separado judicialmente e o restante aos herdeiros do segurado, obedecida a ordem da vocação hereditária.

Seguros Mais