Questão: Quais documentos para dar entrada no seguro de vida?

Quais os documentos necessários para receber o seguro de vida?

RG e CPF; Comprovante de residência; Podem ser exigidos outros documentos, de acordo com a corretora contratada, como informações sobre filhos, cônjuges e demais beneficiários do contrato, além de uma Declaração Pessoal de Saúde (DPS), que será analisada pela seguradora na hora de definir o valor da apólice.

Qual o valor que recebo de um seguro de vida?

Quais os preços de seguro de vida?

Seguradora Nome do seguro Valor mensal
Bradesco Proteção Vida Bradesco R$ 14,58
Caixa Seguradora Seguro de Vida Caixa R$ 9,26
Caixa Seguradora Seguro amparo R$ 30,00 ao ano
Caixa Seguradora Fácil Assistência Premiada R$ 14,90

Qual o prazo máximo para dar entrada no seguro de vida?

De acordo com o Código Civil art. 189 e art. 206, § 3o, inciso IX, a partir da data do falecimento do segurado, o beneficiário tem até três anos para entrar com a solicitação na seguradora. A contagem desse prazo começa na data do óbito.

Como fazer para acionar o seguro de vida?

A primeira e a mais simples é acionar a Assistência Funeral. A maioria das seguradoras oferece essa cobertura com serviços que funcionam 24 horas. Para chamá-la, basta encontrar o telefone e apólice guardadas e dar entrada no pedido.

É INTERESSANTE:  Resposta rápida: Tem direito aos benefícios devidos aos dependentes do segurado do Regime Geral de Previdência Social?

Como é feito o pagamento do seguro de vida?

Para ter direito à proteção, o segurado paga pelo serviço mensalmente, semestralmente ou de uma só vez, logo no ato da contratação, a depender das opções de pagamento oferecidas pela seguradora. Assim, durante todo o prazo de vigência do seguro, essa relação permanece ativa.

Como receber indenização de seguro de vida?

Para obter a indenização, é preciso entregar a apólice do seguro de vida, aviso de sinistro da seguradora, certidão de óbito, certidão de nascimento ou de casamento, carteira de identidade, CPF e comprovante de residência.

Quanto custa um seguro de vida de 50 mil?

Quanto custa um seguro de vida de 50 mil? Para uma indenização de R$ 50 mil, a média de preços encontrada ficou em torno de R$ 140,00 por mês (bem menos do que o valor para proteção de um carro).

Quanto custa um seguro de vida de 100 mil reais?

Para uma cobertura de R$ 100 mil em caso de morte ou de invalidez, é possível chegar a R$ 80,00 por mês. Isso, claro, dependendo da seguradora e das coberturas contratadas. Mas existem seguros de vida (os mais simples) que custam menos de R$ 20,00 por mês. Outros podem atingir R$ 300,00.

Quando o segurado perde direito à indenização?

Se você sofrer um acidente e mesmo após recorrer contra a Lei Seca for comprovado que estava embriagado, ou que você estava praticando qualquer ato contra a lei, a recusa da indenização é certa.

Quem tem direito ao seguro do falecido?

É comum as pessoas terem dúvida sobre quem tem direito ao seguro de vida em caso de morte do segurado. A indenização é paga aos beneficiários informados pelo contratante, não importa se eles são parentes, herdeiros ou não. O beneficiário pode ser um amigo, vizinho, parente, cônjuge e também um herdeiro.

É INTERESSANTE:  Sua pergunta: Quem não tem habilitação tem direito ao seguro Dpvat?

Precisa de advogado para receber seguro de vida?

Preciso contratar advogado especialista em seguro de vida? Teoricamente, qualquer advogado pode resolver problemas com seguro de vida mas, na prática, não é isso que ocorre. Assim como na medicina há o especialista em cardiologia, em ortopedia, em neurologia etc, no direito também há diversos ramos de especialização.

Seguros Mais