Quem pode contratar um seguro de vida?

Quem pode contratar o seguro de vida?

Quase todo mundo pode, mas existe uma análise de risco que levamos em conta na hora de aprovar o seguro. Além disso, a lei só permite contratar um seguro de vida as pessoas entre 16 e 70 anos.

O que é preciso para fazer um seguro de vida?

Como fazer um Seguro de Vida

Faça uma cotação de preços em cada uma delas, comparando as propostas atentamente; Verifique se existem carências, se o valor segurado é o ideal, se existem “exclusões” (determinadas situações em que a seguradora possa negar o pagamento do benefício, como suicídio, por exemplo);

Quem não pode ter seguro de vida?

Motivações de doenças graves como Acidente vascular cerebral (AVC), câncer ou infarto; Cobertura de despesas médicas, hospitalares e odontológicas em casos de incidentes; Diárias por motivos de internação hospitalar ou por incapacidade temporária.

É INTERESSANTE:  Sua pergunta: Como cancelar um seguro de vida no Itaú?

Quem são os herdeiros legais no seguro de vida?

marido/esposa, companheiro/companheira; descendentes (filhos, netos, bisnetos); ascendentes (pais, avós, bisavós).

É possível fazer um seguro de vida em nome de outra pessoa?

Sim, você pode fazer um seguro de vida para outra pessoa! Existem diferentes motivos e situações para esse tipo de contratação, mas já podemos adiantar que essa é uma iniciativa muito comum.

Qual o valor de um seguro de vida?

Preço médio de um seguro de vida

SEGURADORA NOME DO SEGURO VALOR MENSAL
Youse Seguro de vida R$ 10,12
Poto Seguro Vida Mais Simples R$ 4,24
SulAmérica Individual R$ 41,35
Banco do Brasil BB Seguro Vida — Plano Básico R$ 9,75

Qual o valor do seguro de vida por morte?

Morte por causas naturais ou acidentais

No caso de morte natural ou acidental, a seguradora paga 100% do valor da indenização contratada. Esse valor varia conforme o preço pago pela apólice — que é chamado de prêmio. Além dessa cobertura de vida, no entanto, ainda há outras indenizações.

Quanto custa um seguro de vida no valor de 500 mil?

Quanto custa um seguro de vida no valor de 500 mil? O valor pago em um seguro de vida com indenização de R$ 500 mil vai variar de acordo com as coberturas do plano, além da idade da pessoa que for contratar. Aqui na Caixa Seguradora, os valores de indenização variam de R$ 15 mil até R$ 2 milhões.

Qual a idade máxima para fazer um seguro de vida?

Não que isso não aconteça com pessoas mais jovens, mas, a probabilidade maior está relacionada aos idosos. Esse é um dos motivos pelos quais as seguradoras estabelecem uma idade máxima para fazer seguro de vida. Dependendo da empresa, o limite pode ser de 60, 65 ou 70 anos.

É INTERESSANTE:  Qual o tempo de garantia de um amortecedor?

Como faço para saber se a pessoa que morreu tem algum seguro de vida?

Vai depender do beneficiário. Se ele souber que o falecido tinha uma apólice de seguro de vida, basta entrar em contato com a seguradora com a certidão de óbito, CPF do titular e apólice em mãos para dar entrada no pedido de recebimento da indenização.

Como é feita a divisão do seguro de vida?

Quem deve receber o seguro

792 do Código Civil, que estabelece que o valor do seguro será dividido em 50% para o cônjuge não separado judicialmente e os outros 50% aos herdeiros legais, obedecida a ordem da vocação hereditária.

Qual a ordem de herdeiros legais?

A nova ordem de vocação hereditária, portanto, prevê a concorrência dos descendentes e dos ascendentes com o cônjuge, estabelecendo o seguinte: descendentes e cônjuge ou companheiro, ascendentes e cônjuge ou companheiro, cônjuge sozinho, colaterais até o quarto grau e companheiro e, por fim, o companheiro sozinho.

Quem tem direito a receber o seguro de vida do falecido?

É comum as pessoas terem dúvida sobre quem tem direito ao seguro de vida em caso de morte do segurado. A indenização é paga aos beneficiários informados pelo contratante, não importa se eles são parentes, herdeiros ou não. O beneficiário pode ser um amigo, vizinho, parente, cônjuge e também um herdeiro.

Como é dividido o seguro de vida para os filhos?

Caso você como segurado não deixe registrado os beneficiários do seu seguro de vida, 50% da indenização irá para o cônjuge e os outros 50% será dividido entre os filhos.

Seguros Mais