Pergunta frequente: Qual o valor mínimo de seguro de vida?

Qual é o valor do seguro de vida?

Quais os preços de seguro de vida?

Seguradora Nome do seguro Valor mensal
Porto Seguro Vida Mais Simples R$ 9,30
SulAmérica Individual R$ 41,30
Banco do Brasil BB Seguro Vida – Vida Leve R$ 9,13
Banco do Brasil BB Seguro Vida – Vida Total R$ 35,18

Para que serve o seguro de vida?

A Susep (Superintendência de Seguros Privados) explica que o seguro de vida é uma proteção diante de fatalidades que prejudiquem o sustento de uma família, como um falecimento. Ele prevê indenização para reduzir prejuízos do segurado ou de familiares beneficiários do seguro.

O que cobre o seguro de vida?

De forma geral, um seguro de vida costuma cobrir casos de morte acidental ou natural, e também casos de invalidez provocados por doenças ou acidentes. Alguns planos de seguro ainda oferecem coberturas mais amplas, que incluem indenizações em caso de invalidez ou morte do cônjuge.

Quanto custa um seguro de vida de 50 mil reais?

Quanto custa um seguro de vida de 50 mil? Para uma indenização de R$ 50 mil, a média de preços encontrada ficou em torno de R$ 140,00 por mês (bem menos do que o valor para proteção de um carro).

É INTERESSANTE:  Como dar entrada no DPVAT SP 2021?

Qual o valor de um seguro de vida por morte?

Em pouco tempo você tem acesso aos valores que cada uma aplica, para que você possa eleger a sua favorita. Porém, para ser mais simples, um seguro de vida individual por morte pode custar a partir de R$ 8, R$ 30 ao ano e até R$ 15.

Quanto custa um seguro de vida de 100 mil reais?

Para uma cobertura de R$ 100 mil em caso de morte ou de invalidez, é possível chegar a R$ 80,00 por mês. Isso, claro, dependendo da seguradora e das coberturas contratadas. Mas existem seguros de vida (os mais simples) que custam menos de R$ 20,00 por mês. Outros podem atingir R$ 300,00.

Quem tem direito de receber o seguro de vida?

Beneficiário do seguro de vida é a pessoa que foi escolhida pelo contratante do seguro para receber a indenização caso o segurado morra. O beneficiário pode ser um amigo, vizinho, parente, cônjuge ou até um herdeiro.

O que o seguro de vida não cobre?

Suicídio. Para essa situação extrema, geralmente, as seguradora não se comprometem com o pagamento da indenização. Também não costumam cobrir os danos causados pela tentativa de suicídio do segurado, durante o um prazo de carência de dois anos, contado desde a contratação do seguro.

Quais acidentes O seguro cobre?

Como citado, um seguro cobre perdas parciais e totais do carro. Isso desde que o sinistro ocorrido tenha tido cobertura contratada pelo segurado. Uma perda parcial acontece quando os danos ao veículo são inferiores a 75% do seu valor de mercado. Nessa situação, o auto é levado à oficina, para conserto.

É INTERESSANTE:  Pergunta frequente: Pode o segurado especial contratar empregados para trabalhar?

Quais são as doenças graves que o seguro de vida cobre?

O seguro de vida com cobertura para doenças graves é indicado, especialmente, para pessoas que tenham histórico familiar de doenças graves, como:

  • câncer;
  • avc;
  • insuficiência renal terminal;
  • complicações cardiovasculares.
Seguros Mais