É obrigatório pagar seguro incêndio no aluguel?

Sou obrigado a pagar seguro contra incêndio?

Mas afinal, o Seguro Incêndio é obrigatório? Sim! De acordo com a Lei Nº 8.245 — mais conhecida como Lei do Inquilinato — todo imóvel residencial ou comercial precisa ter um seguro ativo. Caso ainda não a conheça, a Lei do inquilinato é a principal regulamentação vigente hoje no Brasil acerca dos contratos de locação.

Sou obrigado a pagar seguro do imóvel alugado?

No artigo 22 da Lei do Inquilinato cita que todas as taxas e impostos, como seguro contra incêndio, devem ser pagas pelo locador. Levando em consideração esse artigo na prática, o locador assume a responsabilidade em pagar IPTU, taxas de condomínios, bem como seguro do imóvel alugado.

É obrigatório pagar seguro fiança?

Não. Imobiliária e locador só podem exigir uma única modalidade de garantia. Estas podem ser o imóvel próprio e quitado de um fiador, o seguro-fiança (feito em seguradoras), o depósito em dinheiro (caução) ou fundo de investimento.

Para que serve o seguro contra incêndio?

O seguro contra incêndio é uma forma de proteger o patrimônio de danos causados pelo fogo. Ele garante a proteção de imóveis residenciais, comerciais e empresariais contra incêndios, explosões e raios. Pense que no caso de um infortúnio, os danos podem afetar toda a estrutura do imóvel ou até mesmo destruí-lo.

É INTERESSANTE:  Como consultar uma apólice de seguro caixa?

Quanto custa o seguro contra incêndio?

“De maneira geral, na média o seguro residencial com as coberturas mais contratadas [incêndio, queda de raio e explosão] custa em média menos de R$ 500 por ano, contemplando inclusive assistência 24h dos serviços mais básicos”, afirmou Medeiros.

Quem deve pagar o Funesbom?

Normalmente, tributos semelhantes do imóvel, como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e condomínio, são quitados pelo locatário. Mas depende do que está escrito no contrato de aluguel, visto que a obrigação legal exige que aquela taxa de incêndio seja paga, sem que haja nada sobre quem deve pagá-la.

Quem deve paga o seguro incêndio locador ou locatário?

A Lei do Inquilinato diz que a obrigação de pagar o seguro contra incêndio é de responsabilidade do locador, porém abre uma brecha quando oferece a possibilidade de ser descrito em contrato o contrário.

Como funciona seguro de aluguel de imóvel?

O seguro aluguel é uma opção para quem quer alugar um imóvel sem fiador e sem precisar de caução. Ele é um serviço oferecido por meio de seguradoras, onde o inquilino paga um valor específico para que a empresa garanta o seu aluguel perante a imobiliária.

O que acontece se eu não pagar o seguro fiança?

Indenização do Seguro-Fiança da Porto Seguro-Aluguel: Caso o inquilino atrase os pagamentos do seguro-fiança, a seguradora concede um prazo de 20 dias para regularização do pagamento sem que a apólice seja cancelada.

Quanto custa o seguro fiança?

O seguro-fiança custa o equivalente a um aluguel e meio a cada ano. Em um contrato de R$ 1.500 mensais, por exemplo, somado o valor do seguro diluído em 12 meses, o inquilino paga R$ 1.687,50.

Quem escolhe a seguradora do seguro fiança?

É direito do locador escolher o seguro fiança com os detalhes sobre o que a apólice deverá proteger, ou qualquer outro tipo de garantia, de acordo com a Lei do Inquilinato.

É INTERESSANTE:  Como dar entrada no seguro DPVAT Rio de Janeiro?

O que a imobiliária não pode cobrar do Locatario?

Lembre-se que o locatário não pode ser obrigado a utilizar mão de obra indicada pelo proprietário ou imobiliária na execução dos reparos. Tampouco pode ser cobrado por danos em partes estruturais do imóvel, como o telhado, por exemplo.

O que o seguro incêndio cobre?

O seguro incêndio para locação residencial e comercial cobre danos de incêndios e explosões ocasionados por qualquer causa, exceto criminoso. A grande maioria dos incêndios ocorrem por acidentes domésticos com produtos químicos de limpeza, fogões, velas, cigarros e explosão de gás.

Seguros Mais