Como funciona o seguro contra roubo de moto?

Como é feito o seguro de uma moto?

O seguro da moto protege o veículo de avarias, roubo ou furto. Geralmente as empresas oferecem duas alternativas: o seguro compreensivo e o seguro não compreensivo. O seguro compreensivo tem abrangência mais completa. Ele cobre danos parciais e totais, conforme descrito na apólice.

Como funciona o seguro em caso de roubo?

O seguro funciona da seguinte maneira: em caso de roubo ou furto, você é indenizado pelo valor acordado previamente, que pode ser o valor de mercado referenciado ou outro pactuado entre você e a seguradora. Mas lembre-se que algumas seguradoras só reconhecem o seguro contra roubo se a perda é total.

O que cobre seguro de moto?

Em geral, as apólices de seguro para motos incluem proteção contra furto, roubo e colisões, com esse tipo de seguro padrão variando entre 30% e 40% do valor da moto. No entanto, é possível contar com uma proteção específica contra roubos e furtos.

Como a seguradora investiga?

Como dito anteriormente, as seguradoras possuem profissionais especializados para analisar diferentes situações, inclusive o motivo do sinistro. Se for provado que a situação foi intencional, o pagamento da indenização será negado.

É INTERESSANTE:  Quanto tempo é a garantia de um ventilador?

O que saber antes de contratar um seguro de moto?

Antes de contratar o seguro da moto, é importante fazer uma pesquisa e analisar quais são as coberturas básicas e adicionais oferecidas pelas seguradoras. As coberturas básicas são as obrigatórias, que você não pode deixar de contratar. As adicionais podem ser incluídas apenas se você considerar necessário.

Quanto custa para acionar o seguro da moto?

Confira a tabela de preço de seguro de moto

Modelo Perfil do condutor Preço
CG 160 TITAN FLEXONE/Ed.Especial 40 Anos 2019 Masculino, 31 anos R$ 995,50
YBR 150 FACTOR ED/FLEX 2020 Feminino, 19 anos R$ 928,17
VULCAN S 650 2017 Masculino, 40 anos R$ 1.481,80
NXR 160 BROS ESDD FLEXONE 2019 Feminino, 41 anos R$ 883,21

Precisa pagar franquia em caso de roubo?

Basta, apenas, preencher o documento que registra a transferência de propriedade do veículo. No entanto, se seu veículo foi furtado ou roubado e, dentro do período de 5 a 7 dias foi encontrado, com avarias que necessitem de reparo, você precisará pagar a franquia para que o seguro realize tais consertos.

Quando o carro é roubado O seguro cobre?

Se você não guardou o carro na garagem e teve o veículo roubado, sua seguradora só pagará a indenização correspondente se for possível comprovar que o veículo era regularmente guardado na garagem. Caso você não possa provar isto, a indenização pode ser recusada.

Como funciona a garantia de roubo e furto?

O seguro auto roubo e furto funciona exatamente para esses casos. O cliente precisa registrar um Boletim de Ocorrência e, só então, entrar em contato com a seguradora, que vai avaliar a sua apólice para se certificar de que o segurado tem direito à cobertura por esse tipo de sinistro.

É INTERESSANTE:  Melhor resposta: Em qual momento pago a franquia do seguro?

O que o seguro Honda cobre?

Dentre os serviços proporcionados pelos seguros de motos Honda estão assistência 24 horas em casos como acidentes, quedas e colisões com a oferta ainda de reboque até 100 Km e ainda remoção médica de acidentados.

Quais os tipos de seguro de moto?

Tipos de seguro de moto

Há dois tipos básicos de seguro: o compreensivo e o não-compreensivo. O seguro compreensivo é uma proteção completa e com muitas coberturas.

Como funciona o seguro de moto financiada?

Quitação do financiamento pelo proprietário

Para o proprietário receber a indenização da seguradora de forma integral, só há uma forma: o financiamento deve ser quitado — ou seja, os valores devidos devem ser pagos à financeira em sua totalidade — para que o valor total do seguro seja recebido.

Como as seguradoras desvendam fraudes?

O big data ajuda as seguradoras a cruzar e analisar informações, como o perfil do segurado em redes sociais e seus hábitos de consumo, em poucos segundos. Com isso, elas descobrem, por exemplo, se o cliente já se envolveu em acidentes parecidos no passado ou se os padrões de reivindicação são repetidos.

Como funciona perito de seguradora?

A tarefa do perito regulador é essencial e diferencial em uma empresa de seguros, uma função que profissionais especialistas desenvolvem que vai desde a análise das causas do sinistro até o controle de qualidade e acompanhamento do caso, no qual o compromisso de qualidade da MAPFRE se destaca.

Quanto tempo a seguradora tem para analisar o sinistro?

Seguradoras possuem prazo de 30 dias para a resolução do sinistro, conforme orientação da Susep. A situação é quase sempre a mesma. O cidadão paga um bom valor todos os anos para ter minimizados os efeitos de eventuais infortúnios em seus bens, sejam eles móveis ou imóveis.

É INTERESSANTE:  Como dar entrada no seguro Dpvat RN?
Seguros Mais