Como é feito o pagamento de um seguro de moto?

Como funciona o pagamento do seguro da moto?

Trata-se de um serviço de proteção para sua moto. Você faz um contrato com uma companhia de seguros, com pagamentos regulares de acordo com o tipo de cobertura desejada. Caso a moto ou terceiros sofram algum dano que seja coberto pela apólice do seguro, você obterá uma compensação proporcional.

Como funciona o pagamento de um seguro?

As formas de pagamento variam de acordo com cada seguradora. No geral, ele pode ser realizado à vista, por boleto bancário, cartão de crédito ou débito em conta. É possível também parcelar o valor em até 12 vezes, podendo incidir cobrança de juros no período escolhido.

Quanto tempo leva para pagar o seguro?

Segundo a Superintendência de Seguros Privados (Susep), após a entrega da documentação completa, a seguradora tem o prazo de 30 dias para realizar o pagamento da indenização ao beneficiário.

O que acontece quando se aciona o seguro?

Então sempre, que ele sofrer um acidente, que seja coberto pelo seguro contratado, e acionar a seguradora, ele deverá arcar com o pagamento da franquia que possuirá um valor fixo. Além dessa opção principal de franquia, podem existir outras em uma mesma apólice.

É INTERESSANTE:  Como consultar seguro desemprego pelo CPF?

Quanto custa para acionar o seguro da moto?

Confira a tabela de preço de seguro de moto

Modelo Perfil do condutor Preço
CG 160 TITAN FLEXONE/Ed.Especial 40 Anos 2019 Masculino, 31 anos R$ 995,50
YBR 150 FACTOR ED/FLEX 2020 Feminino, 19 anos R$ 928,17
VULCAN S 650 2017 Masculino, 40 anos R$ 1.481,80
NXR 160 BROS ESDD FLEXONE 2019 Feminino, 41 anos R$ 883,21

O que o seguro de moto não cobre?

Esse tipo de seguro não costuma cobrar franquia, pois não cobre danos parciais, o que faz com que a indenização ocorra apenas se a moto não for localizada após um roubo. O valor da indenização segue a Tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Como é pago o seguro de um veículo?

Você pode pagar o seguro do carro através de boleto bancário, tanto à vista, como parcelado, através do cartão de crédito, ou mesmo através de débito bancário. A possibilidade de parcelamento varia de uma seguradora para outra, algumas fazem em apenas 3 vezes, enquanto outras fazem em até 12 vezes.

Como é feito o pagamento da franquia do seguro?

Quando a franquia é fixa, o segurado pagará sempre o mesmo valor, independentemente do custo do conserto do carro. Então, pode ser que a seguradora pague bem mais em caso de consertos mais caros. Já nos casos onde a franquia é percentual, o valor dela poderá variar conforme o custo do reparo.

O que o seguro não cobre?

Os sinistros que o seguro pode não cobrir. A cobertura compreensiva (ou total) é para colisão, incêndio e roubo, além de danos materiais, físicos e morais causados a terceiros. Quanto mais coberturas no pacote, mais caro o seguro, por isso é possível contratar apenas coberturas contra incêndio e roubo.

É INTERESSANTE:  Como receber o seguro de vida da empresa?

Qual o prazo para a seguradora pagar um sinistro?

A liquidação dos sinistros deverá ser feita num prazo não superior a 30 dias, contados a partir da entrega de todos os documentos básicos apresentados pelo segurado ou beneficiário(s).

Quanto custa um seguro de vida de 100 mil reais?

Para uma cobertura de R$ 100 mil em caso de morte ou de invalidez, é possível chegar a R$ 80,00 por mês. Isso, claro, dependendo da seguradora e das coberturas contratadas. Mas existem seguros de vida (os mais simples) que custam menos de R$ 20,00 por mês. Outros podem atingir R$ 300,00.

Quanto tempo tem uma seguradora para resolver um sinistro?

Após a abertura do processo de sinistro, a seguradora tem até 30 dias para finalizar o conserto do carro. Seja o carro do segurado ou de um terceiro. O prazo é o mesmo para situações de perda total.

Como saber se vale a pena acionar o seguro?

Quais as situações em que o usuário não deve acionar o seguro do carro?

  1. Quando o seguro não possui a cobertura. Como já citado, o seguro de carro nem sempre cobre tudo o que acontece com o veículo. …
  2. Acidente provocado por terceiro. …
  3. Pequenos danos e avarias. …
  4. Quilometragem acima da contratada.

Tem que pagar para acionar seguro?

Normalmente, as seguradoras apenas cobram franquias de terceiros para veículos como viaturas de polícia, carros forte e ambulância. Para veículos normais, incluindo caminhões e motos, não há esse valor. Isso quer dizer que, caso você precise acionar sua cobertura de terceiros, não terá nenhum gasto adicional.

Quando aciona o seguro perde bônus?

Ao acionar o seguro por uma perda parcial, você perde 1 ponto de bônus. Também não vai acumular um novo ponto na próxima renovação do seguro. Você só acumula um novo ponto após completar um ano do contrato do seguro sem ter acionado o auxílio da seguradora.

É INTERESSANTE:  Qual o salário médio de um corretor de seguros?
Seguros Mais