Quantas vezes se pode usar a franquia do seguro?

Quantas vezes eu posso usar a franquia do seguro?

Quantas vezes o seguro de carro pode ser acionado? Não existe um limite de vezes em casos de acionamento da cobertura de perda parcial, como consertos ou qualquer problema que demande a necessidade de reparo.

Quando devo usar a franquia do seguro?

Como já citado, a franquia de seguro é cobrada quando há um dano parcial, desde que o seu reparo não ultrapasse 75% do valor total do veículo. Vamos supor que uma colisão ocorra, e o valor do reparo seja de R$ 5 mil. A franquia do seu seguro carros é de R$ 2 mil.

É possível parcelar a franquia do seguro?

A resposta para essa pergunta é sim, você pode parcelar a franquia do seguro auto. Claro que as maneiras disponíveis de pagamento e número máximo de parcelas variam de acordo com cada seguradora.

Como funciona a franquia do seguro?

A franquia de seguro nada mais é que o valor com que o segurado deve arcar em determinados tipos de sinistro para que a seguradora faça os reparos necessários. Na prática, essa participação obrigatória funciona como um recurso de segurança para as companhias de seguro, resguardando-as contra o mau uso do serviço.

É INTERESSANTE:  Como funciona o bônus do seguro de automóvel?

Quantas vezes posso usar o reboque do seguro?

Por exemplo: se sua cobertura de seguro auto guincho é ilimitada, você poderá acionar esse serviço quantas vezes precisar dentro do período do seu seguro. Mas o mais usual é que essa cobertura tenha um limite de uso, que geralmente fica entre 3 e 4 vezes durantes todo o período de vigência da apólice.

Quantas vezes posso acionar o seguro do celular?

Quantas vezes posso acionar o seguro do celular? O custo geralmente pode ser dividido em 12 vezes, o que pode corresponder a uma mensalidade de segurança para o seu celular. Para determinar corretamente o preço do seguro, as empresas pedem informações da nota fiscal da compra, como a data da aquisição e valor total.

Como funciona a franquia do seguro de automóvel?

A franquia de seguro é a participação financeira obrigatória do segurado para ajudar a seguradora a arcar com os custos de determinado conserto. Esse mesmo conceito aplica-se caso você tenha um sinistro com a sua residência. O valor da franquia estará discriminado em sua apólice.

Tem que pagar franquia em caso de perda total?

Não é preciso pagar a franquia em caso de perda total. Ela só é cobrada quando existe necessidade de fazer algum reparo no veículo, ou seja, quando há perda parcial. Como já explicado, a franquia do seguro é o valor de responsabilidade do usuário no momento de conserto do veículo.

Qual a porcentagem da franquia do seguro?

Já na perda parcial, temos uma situação em que o segurado é o responsável pelo pagamento do valor da franquia do seguro. Assim, parte do valor do conserto é de sua responsabilidade. A perda parcial acontece quando um veículo sofre um dano, mas todo o reparo não ultrapassa os 75% do valor total do veículo.

É INTERESSANTE:  Qual a seguradora de carro mais confiável?

Quem deve pagar a franquia do seguro?

Se tiver que acionar o seguro por uma perda parcial do carro deverá pagar a franquia, não importando de quem é a culpa. Desta forma, você pode entrar em um acordo com o culpado pelo acidente e combinar que ele faça o pagamento da franquia.

Como saber o valor da franquia do seguro?

Sobre a franquia

Dá uma olhada nesse exemplo que vai ficar bem facinho de entender: você bateu o carro e o conserto vai custar R$ 10 mil. Sua franquia é no valor de R$ 1 mil. Isso quer dizer que a seguradora vai bancar R$ 9 mil do valor total e você banca o valor da franquia: R$ 1 mil.

Como a seguradora investiga?

Como dito anteriormente, as seguradoras possuem profissionais especializados para analisar diferentes situações, inclusive o motivo do sinistro. Se for provado que a situação foi intencional, o pagamento da indenização será negado.

Seguros Mais